Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Rabanadas com Doce de Leite ou Goibada


Ingredientes 1 pacote de pão de forma sem casca (com 20 fatias) 200 g (1 xícara de chá) de leite condensado cozido por 40 min na pressão ou doce de leite pronto ou 200 g (1 xícara de chá) de goiabada derretida e 100 g de queijo meia cura ralado grosso para polvilhar De 750 ml a 1 litro de leite 1 colher (sopa) de açúcar para misturar no leite 6 ovos inteiros batidos Óleo para fritar 3 xícaras (chá) açúcar misturado com 2 colheres (sopa) de canela para passar as rabanadas

modo de preparo Espalhe 1 colher (sobremesa) de doce de leite ou goiabada amolecida e o queijo sobre uma fatia de pão. Cubra com a outra fatia e aperte delicadamente as bordas para colar. Passe no leite com o açúcar. Depois nos ovos batidos. Leve para fritar em óleo quente. Coloque sobre papel-toalha, depois passe pelo açúcar com canela. Se preferir, você pode comer sem passar no açúcar com a canela.

 Observação Você pode deixar a rabanada mais light usando:leite condensado light, goiabada light, leite desnatado e ovos com menos colesterol. Origem da rabanada

 A rabanada é um doce de origem portuguesa que costumava ser servido na ceia de Natal. O prato recebe nomes diferentes em outros estados do Brasil.

http://gshow.globo.com/

2 comentários:

  1. Querida Ana
    Por aqui, não é costume fazê-las recheadas! Que boa ideia!
    Sabe o que a minha Vóvó fazia?
    Usava este pão, que demolhava previamente em leite com ovo e recheava com presunto.Depois fritava e acompanhava com uma boa salada.Era uma refeição ligeira,mas nós, ainda miúdos(eu e os meus irmãos), apreciávamos imenso.
    Lembrei-me agora por causa do recheio que colocou nas rabanadas. Obrigada pela receita e por me ter feito viajar no tempo.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga querida, a rabanada tradicional realmente não é feita recheada, mas sempre vale a pena experimentar novas receitas, fico feliz que tenha voltado ao tempo e lembrado da sua avó. É sempre bom lembrar das delícias que nossas vovós faziam no passado.
      Tenha um domingo abençoado!
      Bjos

      Excluir

Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!