Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

domingo, 8 de junho de 2014

Cuscuz doce de tapioca (receita baiana)



3 xícaras (chá) de tapioca em grãos (encontrada nos supermercados) 1/2 kg de açúcar (ou a seu gosto) 2 vidros de leite de coco 1 pacote de coco ralado (se preferir use 1 coco fresco ralado, fica bem melhor) 1 litro de leite fervido, mas já morno, quase frio Leite condensado (para usar como cobertura, se quiser)

 MODO DE PREPARO Em uma vasilha ou pirex, despeje a tapioca e reserve Misture o leite de coco, o coco ralado e o açúcar ao leite fervido, já morno Adicione essa mistura à tapioca no pirex, mexa, cubra com um pano (ou tampa) e deixe descansar, mexendo de vez em quando Se a mistura ficar muito dura, acrescente mais um pouco de leite Se ficar muito mole, acrescente mais algumas colheres de tapioca O ideal é que deixe um pouco mole, pois após colocar na geladeira, endurece mais um pouco O cuscuz deve ficar com a consistência de um arroz doce bem cremoso Sirva gelado, regado com leite condensado.
http://www.tudogostoso.com.br/

3 comentários:

  1. Querida Ana
    Que bom!
    Não precisa de ir ao lume!
    Obrigada por partilhar.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  2. Querida Ana
    Quando faço tapioca,coloco os grãos de molho,de véspera.esta receita é diferente e tem muitos mais ingredientes.
    Deve ser bem melhor do que a minha desconsolada!!!
    Obrigada por partilhar.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Beatriz,estive ausente, mas estou voltando devagar. Obrigada pelo seu eterno carinho.
      Essa mão de cuscus não precisa colocar a tapioca de molho de um dia para o outro.. Eu amo esse doce...
      Bjos com carinho.

      Excluir

Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!