Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

sábado, 6 de julho de 2013

PUDIM DE MARIA MOLE


Pudim: 2 latas de leite condensado 2 potes de iogurte natural 1 vidro de leite de coco 2 caixinhas de Maria-mole 1 e ½ xícara (chá) de leite fervendo 2 colheres (sopa) de gelatina sem sabor ¾ xícara (chá) de água Calda de framboesa: 300 g de framboesa 1 xícara (chá) de açúcar Suco de 1 limão Modo de preparo Dissolva a Maria-mole no leite fervente e bata no liquidificador. Em seguida junte a gelatina dissolvida na água, o leite condensado, o iogurte e o leite de coco. Bata por mais 3 minutos. Despeje em uma forma de buraco untada com óleo e leve para gelar por aproximadamente 8 horas. Calda de Framboesa: Em uma panela leve todos os ingredientes ao fogo e deixe cozinhar por 10 minutos. Deixe esfriar e despeje por cima do pudim.
Obs..Eu quando fiz troquei a framboesa por morango...Ficou ótimo.
 Pammela Mendes – Culinarista

3 comentários:

  1. Querida Ana
    Esta sobremesa tem um ar delicioso.Hoje,fui ao supermercado,mas ninguém me sabe dizer o que é Maria - mole.Gostava de fazer a receita mas,sem este ingrediente não é possível.Se ao menos me puder explicar a que se assemelha,talvez eu possa substituir por aogo semelhante.Desde já,os meus agradecimentos.
    Uma boa semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    Vida e Pensamentos
    http://pegadasdeanjo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida!
      Pelo que entendi em Portugal não tem maria mole industrializada(em caixinha).
      Antes de existir a maria mole de caixinha, se fazia no modo tradicional. Peguei uma receita e vou colocar aqui para vc testar,ok?
      Abraço fraterno
      Ana Dias

      6 claras
      300 grs. de açúcar
      1/2 xíc/chá de leite de coco
      1/2 xíc/chá de àgua
      2 pacotes (4grs.)de gelatina sem sabor
      Coco ralado à gosto

      Modo de Fazer

      Hidrate a gelatina na água e dissolva em banho
      maria.Reserve até esfriar.
      Leve as claras e o açúcar numa panela , fogo
      médio, p/a cozinharem por 2 minutos, mexendo
      sempre.Elas só tem que esquentar.
      Ponha a mistura na batedeira e comece a bater por 5
      minutos.Coloque a gelatina e o leite de coco e continue
      batendo até que fique com a consistência de
      suspiro.
      Unte uma fôrma com uma camada de óleo ou
      manteiga e polvilhe o coco ralado.Coloque a maria mole e
      polvilhe o restante do coco.
      Leve p/a gelar coberto com papel filme.

      Espero que vc. goste, é uma sobremesa fácil e
      gostosa.
      receita retirada da internet.

      Um pouco de história: A maria-mole (ou maria mole) é um doce típico brasileiro, feito com açúcar, claras em neve, gelatina incolor e – opcionalmente – coco ralado para a cobertura. Depois de pronto fica mole, com a consistência esponjosa semelhante à do marshmallow, mas não pegajoso. É bastante apreciado nas festas juninas, equivalendo como um "marshmallow brasileiro".





      Excluir
  2. Querida Ana
    Muito obrigada por se dar ao trabalho de me explicar como fazer a maria mole. Agora fica mais fácil.
    Deve ser uma delícia!
    Bom fim de semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderExcluir

Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!