Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

domingo, 22 de abril de 2012

PUDIM DE PÃO




 Esse pudim acima acabei de fazer para testar a receita....
Uma delícia..
Fiz algumas alterações.
Não coloquei o vinho.
Coloquei banana em rodelas no fundo da forma  com canela.
Bati  levemente na batedeira .


1 1/2 xícara de chá de  acúcar
6 unidades de Pão tipo francês amanhecido, cortado em pedaços pequenos
3 colheres de sopa de passas sem semente
4 xícaras de chá de leite fervendo 
1/2 xícara de chá de qualy cremosa
3 ovos
2 colheres de sopa de Vinho tinto do porto

Numa forma de pudim com um furo no meio (30 cm de diâmetro), derreta ½ xícara (chá) de açúcar. Quando estiver derretido, junte ½ xícara (chá) de água e ferva até ficar em ponto de calda e reserve.

  • 02
    Numa vasilha, misture o pão, as uvas-passas e reserve. Despeje sobre os pedaços de pão o leite fervendo com a margarina e o açúcar restante. Espere esfriar e amasse com um garfo até obter uma mistura homogênea. Junte o vinho do Porto e os ovos e misture bem.




  • 03
    Preaqueça o forno em temperatura média alta (210º C).




  • 04
    Transfira para a forma de pudim e asse em banho-maria por 40 minutos. Desenforme ainda morno e leve para a geladeira antes de servir.
  • Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!