Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

domingo, 15 de abril de 2012

Massa de pizza de pizzaria



1 e 1/2 colher (chá) de fermento biológico seco
350 ml de água
375 g de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal

Modo de preparo:

PARA O MÉTODO DE CRESCIMENTO A FRIO: Em uma tigela grande, dissolva o fermento na água. Acrescente a metade da farinha e o sal e misture bem. Adicione a farinha restante – acrescente um pequeno punhado de cada vez, batendo bem após cada adição. Quando a massa estiver homogênea, passe-a para uma superfície levemente polvilhada com farinha e trabalhe-a até que fique macia (cerca de 15 minutos). Coloque a massa numa tigela polvilhada com farinha, cubra com papel filme e deixe na geladeira por uma noite.
PARA O MÉTODO DE CRESCIMENTO TRADICIONAL: Em uma tigela grande, dissolva o fermento em 125 ml de água. Acrescente 115 g de farinha e misture bem. Cubra a tigela com papel filme e deixe a massa crescer até que fique espumosa (cerca de 1 hora). Misture a água e a farinha restantes e o sal e bata bem. Quando a massa estiver homogênea, passe-a para uma superfície levemente polvilhada com farinha e trabalhe-a até que fique macia (cerca de 15 minutos). Coloque a massa numa tigela polvilhada com farinha e cubra com papel filme. Deixe crescer até que dobre de tamanho (cerca de 2 a 3 horas).
 Aperte (soque) a massa e passe-a para uma superfície levemente polvilhada com farinha. Divida-a em duas partes iguais. Abra a massa para que fique com a metade do tamanho final. Deixe descansar por 10 a 15 minutos (enquanto você prepara uma cobertura para a pizza). Preaqueça o forno a 230 °C.
 Abra a massa com a mão fechada e polvilhada com farinha. Jogue-a para cima 2 a 3 vezes até que o tamanho desejado seja alcançado. Coloque a massa em uma forma de pizza ou assadeira levemente untada.
 Espalhe o molho de pizza e a cobertura por cima da massa. Asse em forno preaquecido por 8 a 10 minutos ou até dourar. Deixe a pizza esfriar por 5 minutos antes de servir.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!