Cozinhar é uma terapia que contribui para o bem-estar e o equilíbrio emocional. Cozinhar ouvindo as músicas preferidas, preparar a comida pensando nas pessoas que irão se alimentar, os elogios que irá receber, faz você distrair e se desligar dos seus problemas. Há quem diga que cozinhar é uma arte. Mas também pode ser um grande prazer. Cozinhar pode ser uma forma de descontrair, de relaxar, de se divertir. O cuidado e a atenção de quem cozinha são importantes. Para que haja esse cuidado e para que se possa alegrar a pessoa a quem se vai oferecer a comida, é preciso eliminar ou mudar o pensamento de que cozinhar é chato, de que é trabalhoso, etc. Mude o pensamento, lembre-se que além do próprio alimento, a pessoa vai absorver também o sentimento com que você fez a comida. Se você preparar o alimento com amor, surgirá nas pessoas o sentimento de fraternidade e de agradecimento por aquela comida. Experimente fazer com este intuito. Para aqueles que já apreciam o hábito de cozinhar, não o percam, e para os que não gostam, descubra o bem que pode fazer à você. Por isso é preciso repensar o quanto "ganhamos e perdemos" com nossas escolhas. Acredito que o equilíbrio, o meio termo é uma ótima opção. Não abandone a cozinha, faça do ato de cozinhar uma terapia nos momentos possíveis e ganhe mais saúde e o amor de seus familiares.

Seja Bem-Vindo!! Bom Apetite! Cadastre-se para seguir o blog..Em breve muitas surpresas .

domingo, 1 de abril de 2012

Famoso Pastel de Bacalhau do Mercadão de São Paulo



Ingredientes
Massa
1 kg de farinha de trigo
1¼ xícara de água
1 colher (sopa) de sal
1 colher (sopa) de glutamato monossódico
8 colheres (sopa) de óleo
1 ovo batido

Recheio
500 gr de bacalhau do porto desfiado, demolhado e cozido.
200 gr de cebola picada.
200 gr de salsinha picada.
200 ml de azeite extra virgem.
azeitonas verdes
Óleo ou gordura para fritura.

Modo de preparo
Massa:
Num vasilha grande coloque a farinha de trigo e faça um buraco no meio. À parte, misture a água, o sal, o glutamato monossódico e dissolva bem. Jogue essa mistura na farinha, adicione o óleo e, por último, o ovo batido. Misture tudo muito bem e sove a massa com as mãos por uns cinco minutos até o ponto de farofa.
Passe a massa no cilindro, aos poucos, e amasse novamente com as mãos. Deixe descansar por meia hora.
Divida a massa ao meio e passe pelo cilindro várias vezes, sempre dobrando e passando, até atingir o comprimento de dois metros, aproximadamente. Enrole em papel filme e deixe descansar de 4 a 6 horas na geladeira.
Depois desse período ela estrá pronta para ser usada.
Recheio:
Em uma tigela grande, coloque o bacalhau desfiado, cubra com água e leve à geladeira. Após sete horas, troque a água. Repita o procedimento três vezes. Escorra, ponha o bacalhau em uma panela grande e cubra com água fria e limpa. Leve ao fogo por 30 minutos. Abaixe o fogo para médio e cozinhe por mais 40 minutos ou até que o bacalhau comece a se desmanchar. Escorra.
Com o bacalhau ainda quente, desfie-o com as mãos. Ponha numa tigela, junte a cebola, a salsa e o azeite e misture bem.
Montagem:
Corte a massa em pedaços de 20 X 20 cm . Ponha recheio sobre cada pedaço de massa e junte uma azeitona. Feche o pastel dobrando a massa ao meio e aperte as extremidades com um garfo.
Frite em óleo bem quente até ficar dourado.
Receita do próprio Horácio Gabriel, proprietário do Hocca Bar.

OBS: Pessoal eu já fiz esse pastel com a massa que vende na feira livre...Fica uma maravilha...

Pastel de bacalhau domina pedidos no Mercado
Municipal de São Paulo nesta Sexta-Feira Santa



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!! Adorei receber a sua visita!!!! Volte Sempre!!!